sábado, 19 de novembro de 2016

PAUSA TEMPORARIA

IREI PARAR O BLOG ATE UM TEMPO POIS ESTOU MUITO ATAREFADO PAUSA INDERTEMINADA...

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Um dos maiores defensores de DLCs gratuitas mudou de ideia

O Produtor da série Tekken, Katsuhiro Harada, já é conhecido por suas declarações polêmicas. Em 2012, durante a campanha da CAPCOM para o jogo Street Fighter x Tekken, Harada deu muitas entrevistas falando sobre DLC’s pagas e, entre elas, várias viraram manchete no mundo todo.
Harada disse que acreditava que personagens de jogos de luta são como peças em um jogo de xadrez e que são itens tão essenciais em um jogo de luta que ele jamais venderia personagens de maneira individual. Em outra ocasião, também afirmou que caso seus chefes o obrigassem a incluir conteúdo pago que fosse essencial a experiência do jogador, que ele preferiria pedir demissão, ou então que a Namco passasse essa obrigação para outra pessoa.
Apesar dessas declarações, o produtor nunca foi necessariamente anti-DLC, sempre chamando a atenção que conteúdos não essenciais poderiam sim serem vendidos de maneira separada e que alguns fãs o pediam coisas tão estranhas no Twitter, que para esses casos, a cobrança também era justificável.
Katsuhiro Harada

Da mesma forma, Harada sempre deixou claro que as decisões das outras produtoras sobre DLC’s eram opções de negócios delas e que ele as compreendia, principalmente porque toda produtora precisa lucrar, mas que ele preferia não estar envolvido nisso.

O tempo passa, o tempo voa

Algumas dessas entrevistas aconteceram há mais de 5 anos e, nesse meio tempo, Katsuhiro Harada não só mudou de ideia como agora tem uma visão mais de mercado em relação a isso. A informação surgiu na nossa entrevista com o produtor que aconteceu durante as finais do campeonato americano de Tekken 7: Fated Retribution.
Katsuhiro Harada, através da tradução do produtor Michael Murray: “Apesar de não poder falar sobre DLC's ainda, Harada sabe que já falou que acreditava que DLC's teriam que ser totalmente gratuitos, e nós mantivemos essa missão para Tekken 6 e Tekken Tag 2.
Mas isso foi há 6 anos, talvez até mais e, nesse período, os jogos eram mantidos pelos desenvolvedores por, no máximo, 3 a 6 meses. Muita coisa mudou nesses últimos anos. As pessoas agora jogam os jogos por mais tempo e querem um suporte ainda mais longo, inclusive com a questão dos eSports. E os desenvolvedores também querem continuar dando esse suporte, seja através de personagens, cenários ou até mesmo novas funções e apoio ao cenário competitivo por ainda mais tempo.
Nesse cenário, tanto de desenvolvimento quanto econômico, não existe mais viabilidade para uma equipe trabalhar em tudo isso por tanto tempo de maneira gratuita. Nós ficamos muito felizes dessa demanda de suporte existir mas, ao mesmo tempo, precisamos financiar isso e, inclusive, recebemos mensagens de muitos fãs que dizem que pagariam por esse conteúdo adicional. Então, teremos sim alguma forma de DLC pago. Qual tipo e de que forma será distribuído ainda não sabemos, mas é assim que pensamos atualmente.”

E agora?

A afirmação de Harada no mercado atual não é exatamente uma surpresa mas, é claro, fica a nossa torcida para que a versão para os consoles e PCs de Tekken 7 tenha um ótimo programa de DLC’s ao mesmo tempo que entregue um pacote de conteúdo muito robusto. Pelo menos de tudo o que foi divulgado até agora, esse parece ser o caso.
Confira aqui nossa experiência jogando a versão console e os resultados do torneio.
FONTE(S)

Sensacional! Atualização de fim de ano do X1 chega hoje lotada de novidades

A Imensa atualização de fim de ano do Xbox One finalmente está no ar! A partir desta quinta-feira, 10, todos os donos do console terão acesso a uma série de recursosbacanas que a Microsoft anunciou na E3 2016: clubes, buscas de grupos, raridade das conquistas e muito mais.
As novidades já estavam disponíveis a membros Preview da Xbox Live e, hoje, chegam a todos os usuários, incluindo aqueles presentes no app Xbox para dispositivos Windows 10, iOS e Android. Com essa atualização, a Xbox Live se torna ainda mais social à medida que une os jogadores pelos dispositivos, dando acesso a mais pessoas com quem jogar que compartilham interesses e mais escolhas sobre seu jeito de jogar.
Essa atualização também foi projetada com a visão da Microsoft de promover uma experiência de boas-vindas à Xbox Live na qual todos são inclusos, respeitados e apoiados. A equipe planeja manter a Arena em prévia durante o fim de ano para garantir que tudo estará ótimo quando for lançado.
“Agradecemos aos membros da prévia, que competiram em torneios diários de Killer Instinct nas últimas semanas – tivemos excelentes opiniões. Estamos empolgados com o potencial da Arena e continuamos a trabalhar com os desenvolvedores para entregar uma grande experiência a nossos fãs. Teremos mais para compartilhar à medida que expandirmos o recurso e nos aproximarmos de seu lançamento”, escreveu a Microsoft em seu site oficial.

Clubes, emojis no teclado virtual, raridade das conquistas: que delícia ter um Xbox One

Clubes: são grupos criados e gerenciados por jogadores que podem ajudar você a conhecer pessoas e cultivar comunidades de gamers que adoram as mesmas coisas que você. Qualquer um pode se juntar ou criar e você provavelmente verá um deles para qualquer ação. Criar um Clube é rápido e fácil.
Como membro de um Clube, você poderá configurar grupos, jogar, compartilhar conteúdos e se comunicar facilmente usando voz e chat de texto no Xbox One e no app Xbox, ótimo para manter contato com seu Clube onde estiver ou se juntar a um novo. Você pode buscar Clubes (ou criar o seu) na aba Comunidade no Xbox One e na seção Clubes em outros dispositivos.
Procurar por Grupo no Xbox Live: Procurar por Grupo ajuda você a encontrar rapidamente outros jogadores com os quais você gostaria de jogar. É como publicar um cartaz de “Procura-se” para a comunidade Xbox. Você pode usar o recurso para ajudar a completar missões diárias, buscar por conquistas ou até mesmo reunir um grupo para aniquilar hordas do enxame e DeeBees em Gears of War 4. É possível adicionar certos requisitos para garantir que você encontre os jogadores certos: jogo, modo de jogo, o idioma que será usado para o grupo se comunicar, quantas pessoas você precisa, regras como “sem insultos” ou “jogo casual” e quaisquer outros requisitos do game, como nível, equipamento ou tipo de personagem.
O Xbox One ficou ainda mais social
Raridade das conquistas: uma das principais exigências no Xbox Feedback, Raridade das Conquistasajuda você a descobrir o quão exclusiva é uma conquista entre os jogadores de um determinado título. Quando você ganhar uma conquista rara, receberá uma notificação especial e um ícone de diamante para destacar isso.
Mensagem em Grupo no Xbox Live: a Mensagem em Grupo ajudará você a coordenar e manter contato com seus amigos e jogadores ao enviar uma mensagem para todos em uma única conversa. Você também pode adicionar pessoas para o grupo e mudar dinamicamente o assunto da conversa. Mensagem em Grupo funciona no Xbox One e no app Xbox. Para ajudar a escrever suas mensagens ainda mais rápido no Xbox One, foi adicionado um novo dicionário preditivo que pode ser acessado rapidamente com o direcional direito de seu controle.
Raridade das conquistas: ótima ferramenta
Placar de Líderes da Pontuação do Jogador: a Microsoft melhorou o Placar de Líderes no Xbox One e no app Xbox em dispositivos Windows 10. O placar agora reinicia no começo de cada mês em vez de mostrar resultados de um período de 30 dias seguidos, o que significa que você e seus amigos terão campo aberto para competir uns contra os outros no começo de cada mês! Você pode acompanhar o Placar de Líderes pela aba Conquistas em seu perfil.
Emojis para seu teclado virtual Xbox One: os emojis finalmente chegaram ao seu teclado virtual no Xbox One. Além do alfabeto e de símbolos, agora você poderá expressar seus gostos, desgostos e muito mais com uma série de diferentes emojis no Xbox Live. Em seu teclado virtual, chegue aos emojis apertando a alavanca esquerda até que eles apareçam. De lá, selecione qualquer emoji ou aperte e segure para ver emojis relacionados.
Emojis no teclado virtual

Obrigado, Microsoft

Que trabalho incrível a Microsoft tem feito com o Xbox One. O modelo Slim do console é um sucesso em escala internacional – pelo terceiro mês seguido, bateu o PS4 nos EUA em vendas e também chegou ao topo no Reino Unido, onde a marca PlayStation tem forte tradição.
O trabalho que a gestão Phil Spencer tem feito é um deleite à parte para os usuários. O sistema é constantemente atualizado com novidades efetivas, há recursos extraordinários, como a retrocompatibilidade, e promoções semanais que trazem preços tentadores, sem mencionar o EA Access, que acabou de dar acesso à trilogia Mass Effect, do Xbox 360, e aos dois Mirror’s Edge.
E há os exclusivos. Gears of War 4 e Forza Horizon 3 respondem por si só. O futuro também é promissor. Portanto, obrigado, Microsoft! Não há momento melhor para se ter um Xbox One em casa.

Skyrim Remaster roda em 4K nativo no PS4 Pro, mas há um preço para isso

Um dos primeiros jogos a suportar 4K nativo no PS4 Pro é The Elder Scrolls 5: Skyrim Special Edition, a remasterização do emblemático RPG da Bethesda. O código para que o título rode no superconsole da Sony, aliás, já está incluso no disco (ou na versão digital), permitindo que os jogadores desbravem o mundo de fantasia medieval em 3840 x 2160 sem upscale.
Como sabemos, o PS4 Pro, graças à sua arquitetura mais robusta, consegue entregar um melhor anti-aliasing, isto é, uma correção de serrilhados de forma mais eficiente. Combinar esse aspecto com a resolução em UHD produz uma imagem muito, muito suave – e o preço disso é que a nitidez (sharpness) é sacrificada.
Ainda que o salto de resolução valha a pena para quem possui televisores 4K com HDR, alguns aspectos precisam ser observados. Como aponta o Digital Foundry no vídeo adiante, elementos como sombra, iluminação e artwork geral permanecem praticamente intactos com relação ao PS4 comum. Já com relação ao PC...

PC no ultra: ainda superior

Existe uma camada adicional em texturas, expressões faciais e riqueza de granitos, por exemplo, naqueles sutis detalhes que você observa ao aproximar a câmera da parede ou do chão. As draw-distances para objetos geométricos, no entanto, permanecem iguais no PS4 comum e no Pro.
O PC, por sua vez, consegue apresentar mais preenchimento à longa distância, desde rochas e árvores espalhadas pelo cenário até sinaleiros e aves que não se materializam no console da mesma forma.
Em suma, o salto na resolução, por vir embutido no código de programação do jogo, oferece aquele impacto visual de cara, de primeira, mas sacrifica um pouco a nitidez – ainda que esse detalhe passe despercebido por muitos usuários – e, no olhar clínico, também sacrifica outros preenchimentos. Os jogadores que curtirem o game numa TV que só faz 1080p verão o chamado “downsampling”, isto é, o game foi programado para o 4K nativo, mas sofre um “downgrade” para 1080p.
PC: ainda na frente
Traduzindo: considerando que Skyrim Special Edition já tem uma imagem limpa quando exibido num PS4 comum, o upgrade ao Pro não é tão dramático quanto em títulos que utilizam soluções anti-aliasing menos agressivas. É bom ter uma imagem suave, mas o preço que isso acompanha pode incomodar alguns, principalmente os “olheiros” de plantão.
A técnica provavelmente será aplicada a outros jogos futuramente. Também há o seguinte aspecto a ponderar: os desenvolvedores, com o tempo, vão dominar a arquitetura do PS4 Pro. Ao menos essa é a ideia. Dessa forma, sacrifícios não precisam ser feitos. Ainda assim, quem tem um televisor 4K com HDR vai se deliciar com o título da Bethesda.
Skyrim Special Edition está atualmente disponível para PlayStation 4 e Xbox One.
FONTE(S)

Perto do lançamento, FF XV ganha demo com bugs à la Assassin’s Creed Unity

 Um dos maiores e mais aguardados lançamentos do ano (talvez da década) é Final Fantasy XV, o antigo Versus XIII que está em produção em quase dez anos. Depois de muitos adiamentos, troca de nome e demos empolgantes, o game está matando todos de ansiedade. Agora, o título da Square Enix quase matou todo mundo de susto com bugs bizarros e horríveis.
Para quem não sabe, a Xbox Live e PlayStation Network japonesa ganharam uma demonstração exclusiva de lá, chamada “Judgment Disc”, que corresponde à metade do primeiro episódio do jogo. Porém, em vez de empolgar ainda mais, ela está desapontando os fãs por conta dos problemas técnicos, que você confere abaixo:
Assassin's Creed Unity, é você?

Que tal um abraço, amigo? Os NPCs desafiam a Lei de Newton e dois corpos ocupam o mesmo espaço


Posição desconfortável para se sentar na lanchonete

Parece que sobreposição realmente é um problema, até nos menus

Parece que em Duscae é normal ter abraços mais calorosos

Além das pessoas se sobreporem, alguns objetos flutuam ou somem

Final Fantasy XV tem mágica, mas acho que as árvores voando é só bug mesmo

Gente, alguém avisa os peixes que tá faltando água ali


Já não bastava magia, agora tem “Arquivo X” no meio também?


As luzes estão todas com bugs e isso afeta o mapa inteiro

Acho que essa cor está errada

Como você pode ver, há muitos bugs, muitos mesmo. Todos (eu me incluo nessa lista) estão empolgados pelo jogo, mas ver esses problemas técnicos pode ser um balde de água fria para quem espera ver esse Final Fantasy há mais de dez anos. Porém, há duas coisas que podem animar: os bugs podem ser corrigidos via patches e a demo pode ser retirada de uma build anterior, que tinha os bugs.

Vantagens do PS4 Pro: mais bonito e mais fluido

Conforme revelamos nessa matéria, a Square Enix divulgou recentemente que donos do mais novo PlayStation 4 Pro terão vantagens, como gráficos aprimorados, taxa de quadros em 60 fps na resolução 1080p e a possibilidade de executar tudo em 4K, mas em 30 fps. Porém, quais são exatamente essas vantagens gráficas?
Nas imagens e gifs abaixo você pode conferir na prática qual é a diferença entre os dois consoles. A versão mais parruda traz texturas melhores, mais efeitos de sombras e elementos na tela. As galerias estão na ordem PS4/PS4 Pro. Confira:
Texturas melhores no PS4 Pro
Melhoria do PS4 Pro

Trailer de finalização

Para finalizar, depois de percorrer todos os desafios e conteúdo da demonstração, os fãs foram agraciados com um último trailer, que dá o pontapé para o que esperar da narrativa complexa do game. Veja abaixo o vídeo, que está em japonês.

Podemos ver a infância de Noctis, Luna ainda pequena, o vilão do game e até mesmo os summons de fundo (seria o terceiro uma novidade? E o que ocorre depois é uma liberação de gelo? Shiva?). Certamente, há muito o que aproveitar, mas apenas no dia 29 de novembro. O jogo sai para Xbox One e PS4 (com suporte ao PS4 Pro). Esperamos que até lá, os bugs estejam corrigidos.